Um avião da companhia Avianca fez um pouso forçado no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek Foto: José Cruz / Agência Brasil
Um avião da companhia Avianca fez um pouso forçado no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek
Foto: José Cruz / Agência Brasil
  • Gustavo Gantois
    Direto de Brasília













Um avião da Avianca fez um pouso de emergência no fim da tarde desta sexta-feira no aeroporto Juscelino Kubitschek, em Brasília. A aeronave vinha de Petrolina, em Pernambuco, e, pouco antes da aproximação, o piloto avisou à torre de controle que o trem de pouso dianteiro não estaria funcionando. De acordo com a Inframerica, administradora do aeroporto, nenhum dos 44 passageiros e cinco tripulantes ficou ferido.
A equipe do Corpo de Bombeiros do terminal foi acionada, mas não houve incêndio. Como o trem de pouso não funcionou, os bombeiros despejaram espuma na pista e o avião, um Fokker 100, rebatizado de MK-28 pela Avianca, teve que pousar de barriga. 
Informações de funcionários da Avianca são de que o comandante ficou sobrevoando Brasília para queimar combustível e reduzir o risco de incêndio no pouso. Em nota, a companhia aérea afirmou que o avião pousou com segurança às 17h42. "Todos os passageiros foram desembarcados e transportados, em ônibus, até o terminal de passageiros", disse a Avianca.
"A Avianca informa que, dos 44 passageiros a bordo do voo 6393, 20 seguiram viagem em voos da própria companhia; 14 com destino a Brasília seguiram para suas residências e 9 adultos e uma criança foram acomodados em hotel."
A aeronave foi removida às 21h05 para o hangar de manutenção, desbloqueando a pista para operação.
Fonte: Terra