Bota-PB empata fora de casa com o Crac e fica entre os líderes da Série C - Rádio Arara FM 87,9

Bota-PB empata fora de casa com o Crac e fica entre os líderes da Série C

botaEm um jogo de quatro gols e de muita polêmica, as equipes de Crac e Botafogo-PB empataram em 2 a 2 pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro da Série C. O duelo foi realizado às 16h de hoje, no Estádio Genervino da Fonseca, em Catalão, e terminou com um ponto para cada lado. Com o resultado, o time de João Pessoa chegou aos quatro pontos e segue entre os líderes do grupo. Já a equipe goiana marcou seu primeiro ponto na competição nacional e está na zona de rebaixamento.
O Crac abriu o placar no primeiro tempo, mas na etapa final o Belo virou. Aos 44, contudo, saiu o gol de empate do time da casa. O destaque do jogo foi o goleiro Genivaldo, do Botafogo, que fez algumas defesas extremamente difíceis e ainda defendeu um pênalti. O time de João Pessoa, contudo, saiu reclamando muito da arbitragem. A equipe alega que no gol de empate do Crac a bola não entrou.
Na próxima rodada, o Botafogo joga em casa contra o Salgueiro, às 19h do próximo sábado. Já o Crac visita o CRB, às 16h de domingo.
Em 1º tempo franco, Crac abre o placar
Foi um jogo franco desde os primeiros minutos de jogo. Os dois times atacavam com perigo e demonstravam que qualquer dos lados poderia abrir o placar. E quem teve a primeira grande chance foi o Botafogo, após lance de velocidade envolvendo Lenílson, Doda e Ferreira. Os três tocaram bola com agilidade até que este último soltou o pé. Juliano fez boa defesa. Outras tantas vezes o Belo chegou ao ataque, com perigo, mas pecando nas finalizações ou encontrando um Crac ben postado lá atrás.
Pelo lado da equipe goiana, os ataques saíam sempre da dupla formada por Zotti e Nino Guerreiro. E que trabalho os dois deram a Genivaldo, que estava em tarde iluminada. A primeira chance foi de Zotti, mas depois quem aprumou a pontaria foi Nino. Ele soltou duas bombas, ambas com direção ao gol e defendidas de forma espetacular pelo goleiro do Belo. Nada entrava, até que Zotti mudou a estratégia. E aos 42 minutos ele colocou no canto direito para finalmente fazer 1 a 0 para o Crac.
Três gols e pênalti defendido no 2º tempo
Aconteceu de tudo na etapa final do jogo. Para começar, quem começou melhor foi o Crac, que logo de cara obrigou Genivaldo a fazer uma outra bela defesa. Mas logo depois quem marcou foi o Botafogo, empatando o jogo. Em cobrança de escanteio aos nove minutos, Pio colocou na cabeça de Magno Alves, que deixou lá dentro. Alguns minutos depois, aos 15, aconteceu a virada. Novo cruzamento de Pio, desta vez para Lenílson. Na entrada da pequena área o meia acertou de primeira e fez um lindo gol.
A partir daí, o Crac criou mais chances. Logo no minuto seguinte Fábio Silva cabeceou uma bola que explodiu na trave. Mas os lances de maior polêmica estavam por vir. Aos 21, o árbitro Wales Martins de Souza marcou um pênalti para o Crac, muito contestado pelos botafoguenses. Nino Guerreiro foi para a cobrança e Genivaldo caiu no canto certo para salvar o Belo.
Mas aos 44 minutos, saiu o gol de empate, em mais um lance contestado pelos botafoguenses. A bola foi cruzada na área e Genivaldo defendeu a cabeçada de Zotti. No rebote, se iniciou um bate e rebate na área até que Nino Guerreiro deu um toque para o gol. A zaga se esticou para salvar, mas o árbitro validou o gol. Para desespero dos botafoguenses, que garantiram que a bola ficou longe da linha de gol. Mas não teve acordo. O jogo terminou mesmo empatado e um ponto para cada lado.
Fonte: Globoesporte.com
Share on Google Plus

About Sejam bem vindos à Rádio Arara FM

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.