Brasil supera turbulência e renasce para tentar 10° título da Liga Mundial - Rádio Arara FM 87,9

Brasil supera turbulência e renasce para tentar 10° título da Liga Mundial

A testa franziu logo no segundo jogo. Não bastasse a segunda derrota para a Itália, em plena Jaraguá do Sul, o Brasil ainda viu Ivan Zaytsev anotar 23 pontos. Na parada seguinte, em Maringá, a Polônia B também derrubou o anfitrião uma vez. Assim como fez o Irã, em São Paulo. Nos seis compromissos dentro de casa, a seleção venceu apenas dois. Oscilava demais e não encontrava palavras para explicar o que estava acontecendo. A cada revés, treinava mais forte na esperança de voltar aos trilhos fora do país. Só que a situação ia se complicando e a classificação para a fase final parecia muito, muito distante. A confiança estava abalada diante de uma campanha de seis derrotas em nove partidas. A pior de sua história. Bernardinho se dizia decepcionado e mexia com os brios de seus comandados. Lembrava que em outras situações o grupo havia se superado. O time respondeu vencendo a Polônia e entrando na última rodada com a Itália precisando de dois triunfos por 3 a 0 ou 3 a 1 para avançar. Passou na conta do chá. Mostrou que o Brasil estava de volta e com fome. Em Florença, despachou a Rússia, a Itália e chegou à final da Liga Mundial. Agora, na briga pelo seu 10º título na competição, terá de passar pelos Estados Unidos.
O confronto será neste domingo, às 15h30 (de Brasília), com transmissão ao vivo do SporTV e em Tempo Real no GloboEsporte.com. Mais cedo, às 12h30, os italianos enfrentam o Irã pela medalha de bronze.
- Nesta fase final, todo mundo está bem solto e bem fisicamente. Fizemos um jogo quase perfeito contra a Itália. Foi um esforço de equipe. Sinto que passamos pelo momento mais duro nessa competição e agora estamos confiantes. Falta mais um passo para o nosso primeiro objetivo (o segundo é o tetra no Mundial da Polônia) – disse Lucarelli.
A última vez que o time de Bernardinho ergueu o troféu foi em 2010. Nas edições de 2011 e 2013, não resistiu aos russos e teve que se contentar com o segundo degrau do pódio. Já os Estados Unidos esperam desde 2008 para colocar no currículo seu segundo título. Chegou perto em 2012, quando mediu forças com os poloneses.
vôlei Anderson e David Lee EUA e Irã Liga mundial (Foto: FIVB)Matt Anderson e David Lee comemoram a vaga na final (Foto: FIVB)

Na atual temporada, teve um caminho bem mais tranquilo do que o do Brasil. Em 12 jogos disputados na primeira fase, só perdeu três, avançando em primeiro lugar da chave que tinha Rússia, Sérvia e Bulgária. Em Florença, sofreu um tropeço logo na estreia contra a Itália (3 sets a 0), depois passou pela Austrália (3 a 1) e pelo Irã (3 a 0).
-  Estamos nos sentindo bem. Estávamos nos sentindo muito mal fisicamente quando chegamos aqui. Mas em 2008 perdemos nosso primeiro jogo e acabamos vencendo a competição. Se jogarmos um vôlei sólido novamente como fizemos contra o Irã, podemos ganhar o título – disse o americano David Lee.
A CAMPANHA DO BRASIL
Brasil 1 x 3 Itália
Brasil 1 x 3 Itália
Brasil 3 x 0 Polônia
Brasil 0 x 3 Polônia
Brasil 3 x 2 Irã
Brasil 0 x 3 Irã
Irã 3 x 2 Brasil
Irã 2 x 3 Brasil
Polônia 3 x 1 Brasil
Polônia 0 x 3 Brasil
Itália 1 x 3 Brasil
Itália 1 x 3 Brasil
Fase final
Rússia 1 x 3 Brasil
Irã 3 x 1 Brasil
Itália 0 x 3 Brasil
Fonte: globoesporte
Share on Google Plus

About Sejam bem vindos à Rádio Arara FM

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.