Maior ídolo da história do Real Madrid, Di Stéfano morre aos 88 anos - Rádio Arara FM 87,9

Maior ídolo da história do Real Madrid, Di Stéfano morre aos 88 anos

O futebol perdeu um de seus maiores ídolos nesta segunda-feira. Alfredo Di Stéfano, considerado o principal jogador da história do Real Madrid, morreu vítima de um ataque cardíaco sofrido no último sábado ao deixar um restaurante em uma rua perto do estádio Santiago Bernabéu. A situação do argentino naturalizado espanhol foi anunciada como estável no boletim médico divulgado no domingo, mas a lenda não resistiu.
Florentino Pérez, o presidente merengue, visitou Di Stéfano no domingo e animou os torcedores por causa do quadro estável mesmo diante da gravidade. Dirigentes como Joseph Blatter, presidente da Fifa, e Michel Platini, presidente da Uefa, estavam constantemente em contato com o mandatário do Real. Entretanto, às 17h15 de Madri desta segunda-feira, veio a pior notícia: os médicos confirmaram o falecimento do homem que mudou a história do clube mais vitorioso da Europa. Em seu site oficial, o Real Madrid o classifica como o melhor da história do futebol mundial.
- Morreu Alfredo Di Stéfano, o melhor jogador de todos os tempos. Jogou no Real Madrid entre 1953 e 1964 e fez uma transformação, convertendo o clube no melhor do mundo – diz o comunicado sobre o falecimento.
Di Stéfano lança livro em Madrid (Foto: EFE)Di Stéfano em lançamento de biografia em Madri (Foto: EFE)
Florentino Pérez fará um pronunciamento oficial aos torcedores merengues no estádio Santiago Bernabéu ainda nesta segunda-feira. O clube manifestou a tristeza pela perda através do site oficial.
- O Real Madrid comunica que seu presidente de honra, Alfredo Di Stéfano, faleceu hoje (segunda-feira) no Hospital General Universitario Gregorio Marañón de Madri. O presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, e a diretoria querem expressar suas mais profundas condolências e todo o carinho e afeto a seus filhos, familiares e amigos. O Real estende suas condolências aos madridistas de todo o mundo e aos que sentem com emoção a perda do melhor jogador de todos os tempos.
Cristiano Ronaldo Di Stéfano Real Madrid (Foto: Reprodução / Site Oficial)
Di Stéfano com Cristiano Ronaldo, atual referência do clube (Foto: Reprodução / Site Oficial)
Como jogador, Di Stéfano ganhou, entre outros títulos, cinco campeonatos europeus e um Mundial de Clubes. Tem em seu currículo profissional duas Bolas de Ouro, incluindo uma Super Bola de Ouro, sendo o único a receber a honraria. Nascido na Argentina, o ídolo vivia em Madri e trabalhava como presidente de honra do clube desde 2000, quando teve início o primeiro mandato de Florentino Pérez. Ele jogou no Real entre 1953 e 1964, após passagens por River Plate, Huracán (do México) e Millonarios (da Colômbia). Di Stéfano defendeu as seleções de Argentina, Colômbia e Espanha, mas nunca disputou uma Copa do Mundo.
Antes da chegada de Di Stéfano como jogador, o Real Madrid tinha conquistado o Campeonato Espanhol apenas duas vezes. Durante os 11 anos em que a lenda vestiu a camisa branca foram oito títulos da liga, uma Copa da Espanha e duas Copas Latinas, além dos troféus internacionais. Com “Don Alfredo” como principal jogador, os madrilenhos se transformaram definitivamente em uma potência europeia.
Di Stéfano também foi treinador do Real. Comandou a equipe durante a temporada 1990/1991 e foi campeão da Supercopa da Espanha, superando o arquirrival Barcelona por 5 a 1 no placar agregado.
Alfredo di Stéfano, real madrid, deixa o hospital (Foto: Agência EFE)Alfredo Di Stéfano vinha enfrentando problemas no coração há alguns anos (Foto: Agência EFE)

Fonte: 
Share on Google Plus

About Sejam bem vindos à Rádio Arara FM

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.