Policiais de PE disparam contra trabalhadores da PB que protestavam na divisa entre os dois estados - Rádio Arara FM 87,9

Policiais de PE disparam contra trabalhadores da PB que protestavam na divisa entre os dois estados

policia-militarTrabalhadores rurais que na última sexta-feira (18) participavam de um protesto na BR-101, na divisa Paraíba/Pernambuco, foram surpreendidos e brutalmente atacados com disparos de balas de borracha pelo Pelotão de Choque da Polícia Militar de Pernambucano. A informação foi repassada à redação do FOCANDO A NOTÍCIA nesse domingo (20) pelo sargento PM/PB, Astronadc Pereira, conhecido popularmente como sargento Pereira, que integra o Conselho Estadual de Direitos Humanos (CEDH).

Pereira, que foi até o local, afirmou que a violência poderia ter sido evitada “uma vez que as famílias estavam apenas reivindicando uma audiência com a Justiça de Pernambuco para tentar negociar uma ordem de despejo expedida para o acampamento Ouro Verde, as margens da BR”.

Pereira, que por diversas vezes atuou no gerenciamento de crises, classificou a ação da polícia de “desastrosa” já que, segundo ele, vários trabalhadores rurais sem terra ficaram feridos. “Quando cheguei ao acampamento, além dos lesionados encontrei pessoas assombradas, entre as quais, idosos, crianças e mulheres grávidas”, narrou.

O membro do CEDH repudiou a atitude da polícia pernambucana e disse que esse tipo de institucionalização da violência demonstra um total despreparo do estado em resolver conflitos através do diálogo, bem como a falta de sensibilidade no que se refere aos assuntos sociais do povo.

Após ressaltar que o estado não pode cometer violações de direitos, sargento Pereira cobrou explicações do governo. “É preciso que o gestor de Pernambuco venha a público explicar toda essa violência contra trabalhadores e trabalhadoras da Paraíba”.

“Nós não queremos ninguém ferido. Nem os sem terras e nem os policiais. Defendemos o dialogo e que os trabalhadores e trabalhadoras possam ser recebidos pela Justiça e ouvidos, pois suas reivindicações são legitimas”, frisou, acrescentando em seguida: “vamos somar esforços para evitar tragédias como a de Eldourado do Carajas”.

Além de Pereira, compareceram ao acampamento Ouro Verde o deputado estadual Frei Anastácio, o representante do deputado federal Luiz Couto, Legal, e o superintendente do Incra na Paraíba, Cleofas Caju.
Fonte: Redação/Focando a Notícia
Share on Google Plus

About Sejam bem vindos à Rádio Arara FM

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.